Projeto leva arte a estudantes desde 2018 (fotos: divulgação)

De volta às atividades, o projeto Teatro em Jogo, do diretor de teatro Valber Rodrigues, atende cerca de 200 crianças e jovens com oficinas em quatro unidades do Programa Municipal da Juventude (PMJ), em Poços de Caldas. O projeto foi retomado em abril e se estende até novembro.

Além das atividades propostas por Valber, a ideia é levar a estudantes, mensalmente, oficinas de literatura e rimas, entre outras, além de dar continuidade ao projeto homônimo executado em 2018 em diferentes unidades do PMJ, evidenciando a arte como agente transformador social e que tem por base a acessibilidade e o desenvolvimento da atividade teatral.

A primeira oficina foi ministrada por Stefanie Rodrigues, conhecida como Afrodite, que é poeta e rapper. Ela realizou com os alunos uma oficina de escrita criativa e produção de zine. “Entendo o rap e a poesia marginal sendo extremamente necessários, para que os nossos tenham uma outra perspectiva e se sintam protagonistas das suas próprias historias através da escrita”, enfatiza a poeta.

Segundo o proponente do projeto, o desejo de lavar artistas locais para dividirem com os alunos seus conhecimentos e trajetórias, surge da necessidade de apresentar a arte como possibilidade de vida e não como uma romantizada utopia. “Se olharmos com calma para nós, para o nosso bairro, para a nossa cidade, nos daremos conta que há aqui grandes artistas que vivem do seu fazer artístico, da sua criação autoral. Eu penso a escola como alargadora de sonhos e não o contrário”, finaliza Valber.

Neste ano, Teatro em Jogo recebe oficinas de escrita criativa e rimas, entre outras

Na sequência, o projeto convida o MC Robson Leve e o MC Dough Leve, do grupo de rap Leve, para uma oficina de rimas. A ideia é dar vazão às diferentes formas de expressão e trabalhar a linguagem teatral como espaço de pesquisa de si e do outro, utilizando espaços cênicos não convencionais como mote para a criação.

Conforme explica o idealizador do projeto, o objetivo é que a transformação social seja alcançada através das aulas. “Os encontros buscarão dar ênfase aos modos de relação com o espaço, com o outro e consigo mesmo, na tentativa de colocar no centro da pesquisa os afetos e suas variantes como norteadores da criação”, destacou o ator, que é artista de rua desde 2011, além de bacharel em teatro pela Universidade Cândido Mendes, no Rio de Janeiro.

Sobre o Teatro em Jogo

O Teatro em Jogo existe desde 2018, quando atendeu cerca de 200 crianças em diferentes unidades do PMJ no município. Nesse ano, realiza atividades nos PMJs, por meio da Lei Municipal de Incentivo a Cultura de Poços de Caldas, apoiado pelas Secretarias de Cultura e de Educação do Município, e com patrocínio da OuroMix.