Talento e criatividade é a essência que move Wanessa Brazil. A jovem maquiadora poços-caldense, de 23 anos, está no Top 30 do Face Awards, concurso internacional de maquiagem artística, que premia maquiadores no mundo todo. Pela primeira vez na competição, Wanessa  se destacou com a personagem ‘A noiva cadáver’, de Tim Burton.

Wanessa Brazil se destacou pela personagem ‘A noiva cadáver’, de Tim Burton (Foto: Makeup Brazil)

Wanessa explica que gosta de desenhar desde de criança, mas que nunca foi ensinada. Com o passar dos anos, adquiriu amor pela maquiagem. Tudo começou em 2012,  no Zumbi Walk, um evento onde as pessoas saem fantasiadas de zumbi pela cidade. “ Foi um sucesso, eu peguei as maquiagens que eu tinha à mão e comecei a fazer ali mesmo, no meio da praça. O pessoal curtiu e a partir desse momento peguei mais amor pela maquiagem artística” conta.
Nesse período, Wanessa conheceu o namorado, Bruno,  e juntos começaram a trabalhar com filmes, onde as maquiagens eram produzidas por ela. Em 2017 Wanessa deu vida pela primeira vez à “Noiva Cadáver”. O cosplay fez tanto sucesso, que no dia do evento a Warner Brasil a chamou para uma entrevista como caracterização destaque.

O cosplay chamou a atenção da Warner Brasil  (foto: Makeup Brazil)

Pela fama de sua maquiagem, este ano a maquiadora repetiu o feito e o sucesso foi ainda maior. Daí surgiu a ideia de participar do concurso. “Surgiu a ideia de participar de um concurso, então fui pesquisar o que tinha no Brasil, e encontrei o da NYX (Face Awards), e vi que teria aqui no Brasil pela segunda vez. Resolvi tentar e fazer de modo bem feito” explica.

O Concurso

Para participar do concurso, Wanessa teve que fazer um tutorial explicativo da montagem da maquiagem passo a passo, encaminhar para o site do Face Awards e aguardar um possível aviso de aprovação. Os critérios para participar são: criatividade, maquiagem, forma de utilizar os produtos, técnica, e o modo de como é apresentado o tutorial.

Aprovada, Wanessa consegui entrar no concurso e ficar entre os 30 melhores do Brasil.  Ela ainda conta que quando recebeu um e-mail de confirmação, pensou ser algum tipo de vírus ou uma brincadeira. “Um certo dia chegou em casa um pacote escrito L’Oréal, e não era o símbolo da NYX formalmente, quando eu abri estava escrito NYX, com vários presentinhos, e no meio disso tinha uma carta escrito: ‘Parabéns! Você foi selecionado para o Face Awards top 30 do Brasil’. Foi um momento de euforia, eu gritei o Bruno e disse: ‘Olha é de verdade!’ Não era mentira, e foi quando eu tive certeza que estava dentro do concurso”, conta emocionada.

Wanessa chegou a pensar que em-mail de confirmação era brincadeira (Foto: Makeup Brazil)

O concurso ainda tem mais três etapas e os concorrentes só passam para a próxima fase com o voto do público. O primeiro desafio dado aos participantes já começou, e o tema proposto foi heróis e vilões. Os maquiadores podem criar seus próprios personagens ou reviver os que mais gostam. As votações começam na segunda-feira (14). A candidata está criando seu próprio personagem, e deixa uma curiosidade no ar: herói ou vilão? Ela promete que na sexta-feira (11), o personagem será revelado em seu canal no Youtube. E conta com o apoio de todos para votar no site do Face Awards.

Animada, Wanessa conta que é o sonho dela ganhar, e apesar de estar concorrendo com grandes youtubers, ela acredita que pode vencer. “São 30 pessoas que estão participando, muitos deles são famosos, e eu estou lá no meio, são pessoas que eu assistia, que tinha como ídolos, e eu estou concorrendo com eles. Então eu preciso da ajuda de todos para ganhar, eu sou a única do Sul de Minas representando a nossa cultura e a nossa cidade”, destaca.

Treinando dia e noite e se dividindo entre o trabalho e o sonho, a maquiadora diz que esse momento é especial. “Não consigo acreditar que isso está acontecendo. Tem horas que me vejo como um personagem, e estou me dedicando para isso, tem dias que durmo só uma hora e meia , outros que fico a madrugada inteira fazendo maquiagem. Tiro, durmo, acordo e volto a fazer de novo. Então é tudo surreal, acho que já nem sei mais o que estou vivendo, é um sonho que já está na pele” finaliza.